Fact Sheet 3 : Perfil económico

You can download the full fact sheet in pdf format. Download it!

You can also download the Adobe Acrobat Reader required to view the pdf file.


Demanda de água

O Rio Limpopo é uma importante fonte de água superficial para o desenvolvimento económico em todos os quatro países ribeirinhos. A densidade relativamente alta de populacional, a existência de grandes cidades e vilas na Bacia, e o desenvolvimento de um grande número de barragens para fins industriais, agrícolas e mineiros, exercem uma grande pressão sobre os recursos hídricos. A demanda de água ao longo da Bacia do Rio Limpopo é alta e distribuída de maneira desigual. A demanda de água pela indústria, mineração e irrigação formal do sector agrícola cobre 75 por cento de toda a água usada. No Rio dos Crocodilos, por exemplo, a quantidade de água usada em 1997 foi estimada em 508 milhões de metros cúbicos por ano. Desta quantidade, 49 por cento destinou-se a irrigação, 43 por cento para as florestas, e os restantes oito por cento usados pela indústria, comércio e minas.

Abastecimento de água

A bacia oferece um largo espectro de aquíferos compartilhados. Os aquíferos aluviais associados com o Rio Limpopo e seus tributários, são de importância particular nas áreas onde o fluxo do rio não é permanente e precisam de ser adequadamente protegidos contra exploração excessiva, a poluição e a destruição causada pela extracção de areia.

Na bacia existem pelo menos 13 barragens com uma capacidade de armazenamento superior a um quilómetro cúbico - uma em Moçambique, oito na África do Sul, três no Zimbabwe e uma no Botswana. A maior barragem é a de Massingir, em Moçambique, cuja capacidade estimada é de 1,2 km cúbicos.


Any comments or queries about the content of this page, contact cep@sardc.net
Comments and queries regarding the page itself, contact the Web Applications Developer