Home   |    Contate-nos   |    Arquivo   |    Sócios   |    Econômico   |    SARDC
SADC HOJE Vol 8 No. 4, Outubro 2005
Procure os artigos da SADC TODAY    
Madagascar junta-se à SADC
Enorme potencial para contribuir ao desenvolvimento regional

por por Chengetai Madziwa

MADAGASCAR É o mais novo membro da SADC, completando o mapa de uma África Austral unida.

Espera-se que a economia, p redominantemente agrícola, contribua para a produtividade agrícola global da região, bem como aumentar o mercado para os seus produtos e dos outros países da SADC.

Os principais produtos agrícolas desta ilha incluem café, mandioca, banana, milho, cana de açucar, baunilha, batata e arro z.

Além da agricultura, O Madagáscar tem grandes industrias como a mineração, refinaria de petróleo e turismo, que detêm também um grande potencial de oportunidades de negócios e comércio na região .

Se efectivamente entrosada, a actividade económica entre Madagascar e outros estados membro da SADC contribuirá para o comércio intra-regional, que espera-se que cresça do actual nível de 25 por cento para entre 35 e 60 por cento em 2008. As principais exportaçõesmalgaxes são cravo-da- índia, café, peixe, carne, pro dutos petro líferos, açucar e baunilha.

A crescente economia da ilha espera que as suas reservas minerais por explorar aumentemas exportações neste domínio de cerca de US$100 milhões para US$150 milhões por ano, nos próximos dez anos. O sector mineiro pro videncia actualmente emprego estável para pelo menos 100.000 pessoas nas áreas rurais, bem como, adicionalmente, 500.000 empregos sazonais anualmente.

Embora o país tenha conhecido décadas de declinio no seu produto interno bruto , Madagascar está a reabilitar gradualmente a sua economia.

Espera-se que a economia c resça emcerca de quatro por cento este ano, como resultado dos previstos aumentos na produção agrícola e do grande investimento no turismo e infraestruturas.

Ainda que o país tenha conhecido um desaceleramento do seu crescimento devido à queda dos p reços da baunilha no merc a d o mundial e à incerteza nos ganhos de exportação da indústria téxtil depois da remoção do Acordo Multi-Fibras (MFA), que garantia as exportações de téxteis para os países desenvolvidos, a economia malgaxe pretende aumenntar a marcha ao mesmo tempo que recupera destes choques.

De acordo com um estudo económico realizado em Julho, os sectores mineiro e do turismo deverão gerar emprego nos próximos anos.

Tais tendências no desenvolvimento económico levarão provavelmente, a longo prazo, ao melhoramento dos indicadores de desenvolvimento humano do país, que tem uma população de mais de 16 milhões de pessoas.

De acordo com os dados nacionais de 2002, a esperança de vida em Madagascar estimava-se em 53,6 anos e a taxa de alfabetização em 67 por cento.

A prevalência de HIV e Sida a quase dois por cento é uma das mais baixas da região.

Anteriormente um reino independente, Madagascar tornou-se colónia francesa em 1886, mas reconquistou a sua independência em 1960.

Chefiada pelo Presidente Marc Ravalomanana desde Maio de 2002, é uma ilha localizada ao largo da costa oriental da África Austral. As línguas oficiais são o francês e o malgaxe.

A capital é Antananarivo. 

Este artigo pode ser reproduzido com crédito ao autor e ao publisher.

SADC TODAY, SARDC, P.O Box 5690, Harare, Zimbabwe.  
E-mail: sadctoday@sardc.net

 
SADC Today
Alguns comentários ou perguntas sobre o índice desta página, contato sadctoday@sardc.net
Comentários e perguntas a respeito da página próprios, contate Web Applications Developer.